segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Gatinho para adoção Curitiba


Amigos!! Esse lindo gatão precisa encontrar um lar. Ele é um amor, muito querido, amoroso, companheiro, brincalhão, etc. Ele está tendo problemas de relacionamento com uma outra gatinha, mas acreditamos que seja um caso isolado, pois ele se dá muito bem com os outros gatos. Ele merece encontrar um ótimo lar, com muita segurança e amor.

As informações estão no cartaz, interessados podem ligar ou falar com meu amigo  Luiz Eva pelo Whatsapp (41)9619-6406 ou enviar um e-mail para luizeva@hotmail.com.

Quem puder me ajude a divulgar!

Obrigada!! Bjsss

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Adeus, Odin



Nosso amado Odin agora descansa em paz!

Nem tenho palavras para descrever o quanto ele era especial, o quanto ele encheu minha vida de amor e alegria.

Ele era um gatinho diferente, eu sei que cada gatinho é diferente, mas eu posso dizer que ele era mais, ele era fora do padrão, e isso o tornava muito misterioso, muito divertido, muito especial.



Ele foi muito guerreiro, enfrentou muitos problemas de saúde, mas viveu muito bem, aceitava todos os cuidados, sabia que eu estava fazendo tudo pra ele ficar bem e era grato por isso.


Ele era extremamente carinhoso, muito companheiro, queria estar sempre pertinho, queria carinhos, ronronava muito e olhava com aqueles lindos olhos azuis vesguinhos e curiosos, e a qualquer oportunidade subia no colinho.


Quando chamava pelo seu nome ele olhava imediatamente, e, apesar de ser bem lentinho as vezes, saia correndo quando ouvia seu nominho, pois era hora do lanchinho, da escovadinha ou simplesmente de ganhar um carinho.

Ele tinha aquelas manias engraçadas que a gente vai descobrindo, não podia ver uma vassoura que se jogava no chão querendo que esfregasse nele, o mesmo para a escovinha, se passasse uma vez nele ele já se jogava no chão ansioso para ganhar muita escovadinha.

Ele não gostava que pegasse na barriguinha, nem no meio dos dedinhos. Ele quase sempre tinha o bracinho depilado por conta de tratamento médico e como ele era peludo parecia que usava sempre pantufas e aquelas calças tipo bombachas.


 Ele tinha uma voz calma e engraçada, pois sempre conversava com a gente. E as vezes ele parecia que ia bem longe com sua imaginação, então ele tinha uma música tema, que ele sempre "cantava":

"Com a minha mente vou a mil lugares.
Imaginação me dá forças pra voar"



No finalzinho da vidinha dele ele estava muito ruim, foi muito triste vê-lo daquela maneira e não poder fazer nada pra ajuda-lo, ele foi internado várias vezes, foi pra UTI, fez transfusão, tomou muitos medicamentos, muito soro... etc. Mas a doença era progressiva e não teve jeito, foi avançando cada vez mais, e eu queria que, se fosse a hora, ele partisse e não ficasse aqui sofrendo.


Odin vai ficar para sempre no meu coração, quando ele partiu levou um pedacinho de mim junto com ele, mas ele também deixou um pedacinho dele aqui comigo.

Você foi maravilhoso Odin! Descanse em paz meu Amor!!



quinta-feira, 31 de julho de 2014

Balin!!

Ainda não contei a história do Balin por aqui... Ele está comigo já faz alguns meses.





O que aconteceu foi que a "Irresponsável" por ele, que mora aqui perto de casa, me procurou para perguntar sobre a Shelly, porque algum vizinho disse que eu tinha uma cachorrinha que era paraplégica. E o Balin (que nem tinha nome, ela chamava de bebê) começou a arrastar as patinhas de trás, isso já fazia uma semana mais ou menos. Eu disse pra ela que não sabia a causa e que só o veterinário poderia avaliar. Ela me disse que já havia levado em um veterinário, que havia receitado um remedinho e queria cobrar R$150,00 para sacrificá-lo, e ela estava achando muito caro, disse que ia pedir pra um amigo do marido que era policial dar um tiro nele. Eu argumentei, claro,  disse que precisava de um veterinário bom, porque ele poderia voltar a andar e se não voltasse poderia viver com a cadeirinha, como a Shelly, e eles vivem bem com a cadeirinha... mas não tinha jeito, ela disse que não ia cuidar, que ele estava mijando e fazendo coco por tudo, entre outras coisas...Vejam o nível... Isso que ela estava com ele desde bebezinho, e já faziam 6 anos, além de ser uma família que estava visivelmente em boa situação financeira... Não dá pra acreditar....

Em resumo, eu levei ele no veterinário, ele teve uma hérnia de disco, muito comum na raça dele, ele perdeu o movimento porque já estava em um grau muito avançado, provavelmente ela não percebeu os sinais que o cachorro demonstrava no inicio, sentia dor, evitava subir em alguns locais, etc. Se ele fosse ao veterinário e fizesse a cirurgia em até 48h depois da perda de movimento seria 90% de chances de ele voltar a andar, mas como já havia passado mais de uma semana, as chances eram muito baixas, mesmo assim consegui ajuda e ele fez a cirurgia.


 No veterinário, sendo avaliado pelo Dr. Fernando, neurologista da Clinivet.

 Indo pra casa depois da alta.

O pós-operatório foi bem complicado, ainda mais pra ele que não para quieto...
 Magrinho na foto... hj está bem gordinho...

 

Ele fez fisioterapia e acupuntura por algum tempo. A recuperação está sendo bem lenta, ganhou a cadeirinha de rodas, apesar de já estar desenvolvendo um andar ele ainda cai muito e pode se machucar, mas agora está parando de usar a cadeirinha de rodas...

 Shelly  e Balin na fisioterapia e acupuntura.

Veja como ele está:

video
video

Gostaram do Balin? Ele é uma figura muito engraçada, muito querido, mas muito rabugento. E logo estará andando... Vamos torcer.

Beijos

Nai

terça-feira, 22 de julho de 2014

Odin - Insuficiência Renal Felina

Oi Pessoal!

Acho que muitos que acompanham o blog conhecem o Odin e sua história. Um gatinho muito querido que já sofreu muito por conta do Complexo gengivo estomatite faringite felina, muitos até me ajudaram no tratamento dele quando tive dificuldade, fiz rifas, etc.

Em novembro do ano passado ele ficou bem ruim e foi diagnósticado com falência renal crônica, a veterinária acredita que o uso contínuo de corticoide e medicamento teve grande influência nisso. Ele ficou internado alguns dias, entrou com outros medicamento, soro subcutâneo diariamente, etc. e melhorou, foi seguindo bem até pouco tempo atrás quando piorou novamente. Dessa vez ele realmente ficou muito ruim, foi internado novamente por uma semana, os exames de função renal, hemograma e ecografia do rim, mostraram resultados muito desanimadores... Fazem mais ou menos um mês e meio que ele saiu do internamento. Ele melhorou um pouco quanto ao ânimo e começou a comer um pouquinho sozinho, porque estava comendo só recovery na seringa, mesmo assim os exames não apontaram melhora, ele está refazendo os exames a cada dez dias. A doença dele é crônica e bem grave, não temos como reverter, mas estou fazendo todo o possível pra ele melhorar, ou ao menos estabilizar para que ele viva com conforto e qualidade por bastante tempo.

Algumas fotos dele:


Quando ele estava internado

 Pedindo carinho para a veterinária dele, Dra. Lilia. Já estava mais animadinho, tinha saído do internamento fazia uma semana.

 Quando voltou pra casa ficou muito feliz e tirou vários cochilinhos bem gostosos.

 Essa semana estudando comigo.

Essa semana dormindo juntinho comigo, uma delícia!

Mandem pensamentos positivos para o Odin melhorar...

Obrigada!!

Beijos

Nai