quarta-feira, 5 de março de 2014

Tattoo Gato

Vim aqui mostrar pra vocês a minha primeira tattoo.

Sempre quis fazer tattoos relacionadas com gatos, mas como fazer tattoo é caro e  tenho muitos animais e muitos gastos com eles, nunca priorizava a tattoo, deixava para algum dia que desse, e esse dia nunca chegava. 

Como eu tenho uma amiga muito legal, que sabia que eu queria fazer uma tattoo, eu ganhei de presente de aniversário, isso mesmo, presente maravilhoso em.... (Obrigada Mah!!)

Demorei um pouco para usufruir do presente, porque estava difícil de encontrar um bom tatuador e decidir como seria o gato e onde... Mas depois de algum tempo decidi. Comecei com o Meia-Noite, claro, o meu primogênito.

A ideia é fazer todos os gatos em estilo new tradition, algo que mistura realismo com tattoo tradicional old school. Eu levei uma foto para o tatuador e ele reproduziu o gato e adicionou os acessórios que eu pedi, no caso do Meia-Noite resolvi fazer ele de Mago, pois lembramos que quando ele era bb colocamos um chapeuzinho de mago para brincar com ele, coloquei também uma moldura, uma faixa com o nome e assim por diante. Já estou pensando nos acessórios para os próximos gatos, aceito sugestões. vejam as fotos.

Noitinha bb com o chapeuzinho:


Foto do Noitinha para a Tattoo, com a carinha de brabinho que eu adoro, só pedi para mudar um pouquinho o olho.


 Resultado da primeira sessão:


Resultado final:



E ai, o que vocês acharam? Quem fez a Tattoo foi Elmar Boscato, no estúdio RED HOPE TATTOO aqui em Curitiba.

Beijos

Nai

terça-feira, 4 de março de 2014

Notícias da Família!


Já faz um longo tempo que não passo por aqui. Mas, resolvi voltar a ativa. Estabeleci um novo planejamento, o principal deles é o de fazer postagens curtas e frequentes, para não deixar o blog abandonado novamente.

Estou com saudades de postar e visitar os blogs amigos que sempre comentavam aqui. vamos ver se agora retomo isso...

A postagem de hoje vai ser apenas para trazer notícias da família felina e canina, têm muitas histórias que aconteceram nesse período que estou ausente, mas aos poucos vou colocando aqui. A principal novidade é que a família aumentou.

Vamos começar com notícias dos felinos.

Odin


Odin, como vocês sabem  tem uma doença chamada Complexo Faringite Gengivite Estomatite felina. Ele toma muitos medicamentos para manter a inflamação da boca estável. Recentemente ele ficou bem ruim, começou a emagrecer, não queria comer, estava desidratando muito, quando levei na vet foi constatado falência renal. Agora ele está tentando equilibrar os dois problemas, pois os remédios da faringite sobrecarregam o rim, mas sem os remédios a boca inflama e ele sente muita dor, consequentemente  sua qualidade de vida fica muito ruim. Estamos tentando dosar os medicamentos para equilibrar bem os dois problemas, ele está fazendo soro subcutâneo diariamente, em casa mesmo, ele também deveria fazer uma dieta renal, mas como ela está super chato pra comer, estou oferecendo pra ele tudo que há de mais gostosos associado aos alimentos renais, sachês, atum, recovery, AD, vários tipos de ração secas... etc.

Mas ele está indo bem, veja a fotos do centro de atendimento que eu fiz pra ele aqui em casa.


Ele melhorou bastante depois de começar o tratamento renal, e estou sempre de olho...



Tangerina.


A Tang é minha Felv+, passou uma fase bem difícil da doença, fez duas transfusões e sofreu bastante, mas hoje ela está linda e gordinha:



Chava (Rava)


Chava sempre teve problemas de relacionamento com os outros, e assim permanece, ela fica separada e fazemos revezamento para que ela passeie na varanda ocasionalmente.





Os outros catitos estão ótimos também:

Meia-Noite




Mia




Dracco



Luna




Moja

Moja é minha Feral ou Aselvajada como chamam, por isso as fotos são sempre meio a distância.




Agora a família Canina:

Vou começar pelos novos:

Balin


  A história do Balin é longa... Mas resumindo, a antiga dona dele queria sacrificá-lo porque ele parou de andar, se arrastava com as patas traseiras, fazia feridas no corpo e não controlava urina e fezes. Antes que ela fizesse isso levei ele no veterinário, era hérnia de disco, já fazia uma semana que ele estava assim, e estava no grau 5, ele já havia perdido toda a sensibilidade, então com uma cirurgia ele teria 30% de chances de voltar a andar. Eu não podia pagar a cirurgia, então um amigo meu apadrinhou ele e pagou as despesas. faz pouco mais de um mês que ele fez a cirurgia e está começando a recuperar alguns movimentos, está fazendo fisioterapia e acupuntura. Torçam por ele.





 Jade

(cachorrinha da postagem anterior)

  Jadi era uma cachorrinha que vivia na rua por muito tempo, teve uma história triste, foi atropelada recentemente e teve uma das patinhas amputadas. Duas amigas minhas, a Cassi e a Maria Rita, estavam ajudando essa cachorrinha, que estava em LT com outra pessoa, mas essa pessoa não podia mais ficar com ela, foi então que elas conversaram comigo para que eu cuidasse dela e elas seriam as madrinhas, então ela está aqui comigo. Ela tem cerca de 7 ou 8 anos segundo a veterinária.



 Shelly


  Como vocês sabem Shelly é cadeirante, vítima de maus tratos, foi agredida e lesionou a medula. Hoje ela é muito feliz e bem cuidada:



Esses são meus três especiais:




O restante dos caninos estão bem:

Azeitona, Julie, Pepper, Cindy, Lauper (Lauper agora é Lola e está com a Cassi, mas isso é história para outra postagem)




E a Brenda está ótima, mas não se dá bem com todos os outros, então fica quase sempre separada:



É isso, essa postagem não teve como ser curta, afinal a família é bem grande. Espero que tenham gostado de conhecer e/ou rever essa galerinha.

Beijos

Nai